• Publicado em

    5 melhores posições na cama para mulheres atingirem o ápice do prazer

    Os homens chegam o ápice do prazer mais facilmente que as mulheres durante a relação íntima, mas lista ensina 5 melhores posições para elas conseguirem o objetivo.

    Sabe-se que os homens atingem mais facilmente o ápice do prazer durante a relação íntima em relação às mulheres.

    Um estudo da Universidade de Indiana, nos EUA, descobriu que apenas 64% das mulheres chegaram a tal ponto.

    A fim de alcançar este objetivo, abaixo estão listadas 5 posições que podem ajuda-las a atingirem o pico em uma relação.

    Confira:

    1. The Cowgirl

    Nesta posição a mulher fica por cima, o que permite a ela dar a cadência no ato já que é quem “domina”, além de permiti-la ter acesso ao clitóris com os dedos.

    Esta é também uma das melhores posições para queimar calorias, além de ajudar a tornear os quadris.

    2. Spooning

    É a estimulação da frente da vagina, que é o local onde a maioria dos nervos estão localizados, o que significa que é prazeroso a ela.

    3. Doggy Style

    Uma pesquisa recente descobriu que o “estilo cachorrinho” é a posição favorita da Grã-Bretanha.

    É uma ótima posição para a mulher, pois permite que ela tenha um ótimo controle, além de ajudar no acesso ao clitóris e de ser uma boa posição para estimular o ponto G.

    4. Scissors

    Nesta posição o casal forma um “X” com as pernas.

    É outra boa posição para explorar o clitóris, já que se tem muito espaço.

    5. Missionary

    Mais conhecido como “papai e mamãe”, esta posição foi a que as mulheres entrevistadas no estudo da Universidade de Indiana afirmaram mais gostar, devido à proximidade e a intimidade do casal.

    Entretanto, de acordo com especialistas em relação íntima, é melhor direcionar-se para a diagonal para ter mais possibilidade se estimulação do clitóris.

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte: DailyStar
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.