• Publicado em

    ‘Acordei com ele me beijando’, diz bombeiro estuprada na Vila

    Vítima, que é bombeiro civil, comentou o caso ocorrido com ela no Parque Olímpico do Rio de Janeiro

    A mulher que foi vítima de estupro por parte de um supervisor da equipe de bombeiros dentro do Parque Olímpico do Rio de Janeiro comentou o caso pela primeira vez. A bombeiro civil falou do abuso sofrido em entrevista ao programa Cidade Alerta Rio, da Rede Record.

    “Acordei com ele me beijando e passando a mão em mim. Quase deitado em cima de mim”, conta a vítima, de 22 anos, que descansava deitada em um papelão dentro de uma sala do velódromo.

    A moça ainda relata que a jornada de trabalho de 12 horas, sem intervalos, era exaustiva. E no único momento em que conseguiu tirar um cochilo, ela foi surpreendida pelo suspeito.

    “Eu só estou sentindo vergonha. É um evento grande, tem bastante segurança. Mas, se aconteceu comigo, pode acontecer com outras e pode acontecer de novo”, disse a mulher, que se afastou da função na Vila e não pretende voltar por estar muito abalada.

    O homem, que se chama Genival Ferreira Mendes, foi preso e vai responder pelo crime de violação sexual mediante fraude.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.