• Publicado em

    Acusado de assassinato de gerente de fazenda, pede perdão via rede social

    “Se e que posso dizer bom dia. Fiz a maior besteira da minha vida. Peço desculpa a esposa dele que ela já tinha me avisado que ela era amante dele."

    Nesta manhã o acusado de cometer o crime contra a vida de Ildo Stumpf, ocorrido na fazenda Regina, no município de Chapadão do Céu, Rodrigo Iracet, que ainda encontra se foragido publicou em sua rede social uma mensagem, pedindo perdão aos familiares da vitima e para sua mãe e confessa o crime.

    “Se e que posso dizer bom dia. Fiz a maior besteira da minha vida. Peço desculpa a esposa dele que ela já tinha me avisado que ela era amante dele. Eu fiz de conta que não estava acreditando porque ele comia dentro da minha casa o tratei como um irmão. Pra ele fazer o que ele fez comigo. Ninguém sabe o que tava acontecendo por isso vocês me criticam por te feito isso eu pedi a ele que deixasse eu e ela em paz ele não me ouviu. Ele tirou a minha metade por mais que nos brigava e ela me traia, mas eu a amava ainda. Mais peço perdão a todos os meus amigos e minha mãe, Irmã e irmão. Não sou bandido. Perdão agora eu vou cumprir meu erro que fiz. Tudo não voltará atrás. Perdão perdão.”  O site fez algumas correção no texto para melhor entenderAbaixo segue a mensagem original.

    facebook rodrigo

    Assassinato

    ildo stumf

    O gerente da fazenda, Ildo Stumpf, mais conhecido como Baixinho do INCRA, foi assassinado por volta das 06hs00, desta segunda-feira (14).

    Segundo informações apuradas pela nossa reportagem é o crime é passional e teria sido cometido por uma pessoa identificada como Rodrigo Iracet.

    Consta que Rodrigo teve um relacionamento bastante conturbado com uma jovem N.P. e que eles sempre vivem separando e voltando. E que nesse domingo, após ficar sabendo que Rodrigo estava com outra, a NP, foi passar a noite com o acusado na fazenda, de onde enviou mensagem, falando onde estava e com quem. Essas informações ainda serão apuradas pela policia civil de Goiás.

    Segundo testemunhas que pediram para não ser identificadas, afirmaram que o acusado, foi até o local, onde encontrou os dois na cama e atirou 05 vezes, acertando um tiro fatal na cabeça de Ildo.

    Após cometer o crime, sem munição, o acusado, agrediu violentamente a jovem N.P., com várias coronhadas e fugiu do local. N.P. foi socorrida e encaminhada para o Hospital em Chapadão do Sul.

    O acusado fugiu do local e a polícia de Goiás está montando um círculo para tentar prender ainda em flagrante o acusado e pede se alguém souber do paradeiro que ligue para 190. Fonte/ CorreioNews

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.