• Publicado em

    Adolescente de 16 anos é suspeita de matar a própria mãe com um tiro

    O caso foi registrado como suicídio. Porém, detalhes da cena chamaram a atenção dos policiais que investigam o caso.

    Uma comerciante de 33 anos foi encontrada morta dentro de casa em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, no dia 4 de março. A princípio, o caso foi registrado como suicídio.

    Porém, a polícia descobriu que a mulher foi assassinada por algum conhecido. A principal suspeita pelo crime é a filha dela, de 16 anos.

    Cláudia de Jesus Mariano morava apenas com a filha. Em depoimento, a adolescente contou que a mãe havia chegado em casa do trabalho por volta das 5h, como costumava fazer todos os dias.

    Segundo a adolescente, Cláudia entrou no imóvel pelo portão e foi ao quarto descansar.

    Pouco depois, ela disse ter ouvido um tiro e levantou para ver o que havia ocorrido.

    Foi quando entrou no quarto da mãe e a viu deitada na cama ao lado de um revólver.

    A garota ainda afirmou que saiu correndo para pedir ajuda.

    Vítima: Cláudia de Jesus Mariano,33 anos.

    Vítima: Cláudia de Jesus Mariano,33 anos.

    O caso foi registrado como suicídio. Porém, detalhes da cena chamaram a atenção dos policiais que investigam o caso.

    A mulher estava em cima da cama com a arma na mão esquerda. Ela teria dado um tiro do lado direito, mas a arma cairia do outro lado.

    Na coberta, havia pólvora, mas não do lado que devia estar.

    A polícia suspeita que o assassino tenha invertido a coberta. Na casa, a polícia encontrou uma pequena quantidade de cocaína e R$ 2.000 em dinheiro.

    Em frente à casa, tem duas câmeras de monitoramento. No dia do crime, as câmeras foram desligadas por volta das 6h, horário em que a polícia acredita que a vítima foi assassinada.

    Outro detalhe que chamou a atenção da polícia foi que há uma mata do lado da casa. Dentro do imóvel, também foi encontrado um par de luvas.

    A casa está fechada. A garota agora mora com parentes.  A arma era de Claudia, como confirmou  companheira dela.

    A polícia sabe que o assassino é alguém conhecido da vítima. O resultado dos laudos que deve sair em 15 dias.

    .

    .

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte R7
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.