• Publicado em

    Adolescente é encontrada com o pescoço cortado na cidade de São Simão

    O autor confessou ter matado Gabriela sem nenhum motivo e que teria consumido drogas.

     

    Os moradores da cidade de São Simão, localizada na região Sul de Goiás, com aproximadamente 19 Mil Habitantes, ficaram aterrorizados com a tamanha brutalidade ao tomarem conhecimento da morte da adolescente Valdilene da Cruz Cunha Pereira, conhecida como Gabriela, 17 anos, na tarde deste Domingo, 12.

    A adolescente foi esfaqueada e morta em sua residência localizada na Rua 46, Bairro Vila Bela. Logo a notícia se espalhou pelas Redes Sociais e suspeitas começaram a ser levantadas por moradores da região e informaram tê-la vista na companhia de uma pessoa desconhecida em uma caminhonete S-10 de cor prata. Muitas especulações começaram a ser feitas por populares que a conhecia.

    Às 14h16, Capitão Demuro, Comandante do Policiamento Local manifestou-se em um Grupo de WhatssApp e ressaltou que até aquele momento na tinha informações concretas de quem seria o autor, entretanto, a Polícia Militar e a Polícia Civil estavam juntas levantando informações de pessoas que estiveram com a vítima em seus últimos momentos em vida e com isso colher informações que levem á autoria e à motivação.

    IMG-20150713-WA0009 (1)

    Autor foi preso em Flagrante em um Rancho de Pesca

    Porém, a Polícia Militar chegou até o assassino de Gabriela depois de levantamentos minuciosos. Policiais chegaram até uma pessoa identificada apenas como Júnior, o qual disse ter ido à casa da vítima e que a mesma estava na companhia de um homem magro e vizinhos afirmaram terem visto um veículo Monza de cor verde na casa de Gabriela pela Manhã. Diante das informações, os Militares foram atrás do proprietário do referido veículo. Após colher dados, a Guarnição composta pelo Sargento Bastos, Cabos Alex e Deigan, foi até um rancho localizado no Distrito de Perdilândia, Minas Gerais e localizou o verdadeiro autor do crime, identificado como Cassiel Bruno Cardoso Arruda, 21 anos, vulgo Niquito, já com Passagem pelo crime de Tráfico de Drogas. O mesmo foi preso em Flagrante delito e Autuado pelo Crime de Homicídio, tipificado no Artigo 121 do Código Penal Brasileiro.

    O autor confessou ter matado Gabriela Cruz sem nenhum motivo e afirmou ter consumido drogas, inocentando, assim, o primeiro suspeito identificado como Júnior. Conforme informações de populares, Gabriela teve o pescoço cortado enquanto dormia.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.