• Publicado em

    Adolescente manda matar homem para vingar suposto estupro

    Família da vítima diz que jovem inventou o abuso e ordenou o crime para se vingar de rejeição

    .

    Um homem foi espancado e executado a mando da sobrinha de sua esposa, uma adolescente de 17 anos, em Ferraz de Vasconcelos, na região metropolitana de São Paulo.

    O crime foi cometido após boatos de que a jovem teria sido estuprada pela vítima, Márcio Belarmino.

    A família dele acredita, no entanto, que a adolescente tenha inventado a história do estupro depois que Márcio se negou a fazer sexo com ela.

    A mãe de Márcio, Inês Belarmino, sustenta a hipótese de que a jovem tenha se revoltado por ter sido rejeitada.

    A mãe de Márcio, Inês Belarmino, sustenta a hipótese de que a jovem tenha se revoltado por ter sido rejeitada 

    Mãe de Márcio (vítima), Inês Belarmino

    A vítima jogava videogame quando os bandidos entraram em sua casa e o arrastaram para a rua, onde foi espancado. Na sequencia, o grupo levou Márcio para a casa da adolescente que teria sido a mandante do crime.

    Informações iniciais indicam que a jovem teria pedido para ver Márcio antes do assassinato.

    A execução de Márcio era algo sabido por muitas pessoas na região. Segundo relatos, os donos do bar que fica na esquina de onde o crime foi cometido aumentou o volume do som para abafar os gritos da vítima.

    Inês Belarmino desconfia de que a mulher de Márcio também sabia que o marido seria executado.

    O corpo de Márcio foi encontrado enrolado em um cobertor na cidade de Ferraz de Vasconcelos e reconhecido pela mãe dele três dias após o crime.

    Márcio e a esposa ficaram juntos por três anos e o relacionamento era marcado por brigas e discussões. A mãe dele desaprovava o casamento.

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte/R7
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.