• Publicado em

    Adolescente prevê a própria morte e conta a amiga por WhatsApp: “Tô sentindo que vou morrer hoje”

    Caso chocou os moradores do município de Nova Fátima

    Uma jovem querida e popular teve os sonhos interrompidos, após ser encontrada morta na escada da casa onde morava no município de Nova Fátima, a 220 km de Salvador. Em uma conversa no aplicativo WhatsApp, a vítima teve uma espécie de premonição da própria morte e relatou a impressão para uma amiga

    De acordo com a DT (Delegacia Territorial), Regina Neta, de 14 anos, foi encontrada morta pelo pai na manhã de quarta-feira (21).

    — Ela morava com o pai e ele tinha saído de casa umas 10h, quando voltou, bateu na porta e ela não abriu, ele sentiu um cheiro de comida queimada e quando conseguiu entrar na casa encontrou a menina caída no muro próximo a escada.

    Na ocasião, estava chovendo e a polícia não descarta a hipótese da morte associada a uma descarga elétrica, já que a vítima estava cozinhando, lavando e estendendo roupas em um varal de arame

    Na ocasião, estava chovendo e a polícia não descarta a hipótese da morte associada a uma descarga elétrica, já que a vítima estava cozinhando, lavando e estendendo roupas em um varal de arame

    Conforme a polícia, como Regina morava perto de um hospital, a adolescente ainda chegou a ser encaminhada à unidade hospitalar, mas não resistiu. As informações preliminares apontam que a polícia considera que o caso se trata de uma morte acidental.

    Conforme a polícia, como Regina morava perto de um hospital, a adolescente ainda chegou a ser encaminhada à unidade hospitalar, mas não resistiu. As informações preliminares apontam que a polícia considera que o caso se trata de uma morte acidental

    Nas redes sociais, amigos e familiares da vítima lamentaram a perda da jovem.

    Nas redes sociais, amigos e familiares da vítima lamentaram a perda da jovem

    O enterro da jovem será realizado nesta quinta-feira (21).

    O enterro da jovem será realizado nesta quinta-feira (21)

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.