• Publicado em

    Affair de Bolt já foi casada com chefe do tráfico no Rio de janeiro

    Algumas fotos do encontro viralizaram nas redes sociais

    O jamaicano Usain Bolt aproveitou o período das Olimpíadas no Rio de Janeiro, e além de faturar três medalhas de ouro, festejou com os brasileiros, foi à muitas festas, dançou, beijou e teve um affair com uma estudante, a carioca Jady Duarte.

    No último domingo (21), algumas fotos do encontro viralizaram nas redes sociais. De acordo com o Jornal Extra, a brasileira tem 20 anos e afirmou ter publicado as imagens apenas em um grupo de amigas e não entendeu como se espalharam pela internet. “Só mandei e disse ‘só quem viu a Olimpíada vai saber quem é”, disse ela à publicação. Os dois estavam presentes na boate All In, na Barra da Tijuca nos camarotes do local. “Ele mandou um segurança me chamar, falamos rapidamente. Mas na hora nem sabia que ele era ele, porque eram muitos jamaicanos parecidos”, afirmou Jady.

    A carioca foi casada com Douglas Donato Pereira, conhecido no Rio de Janeiro como “Diná Terror”, ex-chefe do tráfico no morro Faz Quem Quer. O rapaz foi morto em março deste ano e era acusado da morte de Rayssa Christine Sarpi, de 18 anos, que foi filmada enquanto era torturada pelos traficantes comandados de Diná Terror. Ele também foi tido como responsável pela morte de outra jovem com mais de vinte tiros por vingança, já que seu namorado havia levado drogas do “Faz Quem Quer” para o Complexo da Maré.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.