• Publicado em

    Alexandre Nardoni ganha parecer favorável em pedido para o semiaberto

    O protagonista de um dos crimes que mais teve repercussão no país recebeu parecer favorável no pedido para ganhar o benefício de progressão para o regime semiaberto. Alexandre Nardoni foi acusado de matar a filha de cinco anos de idade, Isabella Nardoni, com ajuda da esposa e madrasta da vítima, Ana Carolina Jatobá, em 2008, em São Paulo.

    Alexandre Alves Nardoni está preso há dez anos no presídio de Tremembé, interior de São Paulo. Ele foi condenado a 30 anos de reclusão.

    A defesa de Nardoni pediu à Justiça paulista o benefício da pena, em setembro. Contrário à concessão, o Ministério Público pediu que Alexandre fizesse um exame criminológico, que é feito por psicólogos, psiquiatras e assistentes sociais e tem como objetivo avaliar se o preso merece ou não receber a progressão da pena.

    Porém, os peritos avaliaram positivamente o condenado, que realizou trabalhos dentro da prisão; como confecção e reformas de cadeiras, de ferro e madeira, utilizadas em escolas do estado.

    “Preso de ótimo comportamento, capaz de criar e manter vínculos afetivos”, foi o laudo de seis peritos judiciais que realizaram o exame criminológico do detento. Favorável ao desejo de Alexandre, o resultado foi divulgado pelo Fantástico, neste domingo (4). Via DOL

     

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.