Publicado em

Aplicativo gratuito do Enem disponibiliza conteúdo exclusivo para participantes do exame

Ferramenta já foi baixada por mais de 2,5 milhões de pessoas

Participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem contar com mais um recurso para se prepararem para a prova. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou aplicativo reunindo tanto informações importantes sobre o exame, quanto conteúdos exclusivos com material de estudo para os candidatos. Gratuito, o app pode ser baixado na App Store (IOS) quanto na Play Store (Android).

Na ferramenta, podem ser acessados: cronograma do Enem, mural de avisos, edital, vídeo do edital em Libras, notícias, o programa Hora do Enem, da TV Escola, uma lista das perguntas mais frequentes que ajudam a esclarecer as principais dúvidas sobre o exame, entre outras informações.

Após o exame, o participante poderá consultar no aplicativo o gabarito e o resultado final, conforme cronograma de divulgação. Mais de 2,5 milhões de pessoas já baixaram o aplicativo desde seu lançamento.

Leia também: Plataforma CREDUC é premiada no Top Educação 2019

Outra funcionalidade é a possibilidade de conferir as informações pessoais. Nesta seção, estão os dados pessoais do participante, como nome, número de CPF, o número de inscrição e o Cartão de Confirmação da Inscrição, divulgado no dia 16 de outubro.

O Enem 2019 será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro em todos os estados e no Distrito Federal. O resultado será divulgado em janeiro de 2020 e, com ele em mãos, é possível pleitear uma vaga no ensino superior. A principal forma é por meio dos programas estudantis do governo federal: Sistema de Seleção Unificada (Sisu); Programa Universidade para Todos (Prouni); Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) além de Universidades Portuguesas.

*matéria produzida com informações do Inep

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.