• Publicado em

    Apresentador que infartou após atacar maconheiros volta à TV em caixão

    "Achou que eu tinha morrido, não foi?", brincou o jornalista Sikera Júnior

    Sikera Junior não cansa de polemizar. Depois de virar assunto nacional ao decretar ‘morte aos maconheiros’ à frente do seu programa na TV Ponta Verde, afiliada do SBT em Alagoas, o apresentador sofreu um infarto, mas já está de volta à TV. E resolveu voltar triunfalmente: dentro de um caixão, ao som da marcha fúnebre.

    “Achou que eu tinha morrido, não foi? Estamos de volta. E aí, maconheiro, tá feliz? Sorriu, vibrou? Achou que ia brincar o Carnaval sem mim? Estamos de volta! Graças ao meu senhor Jesus Cristo, Pai todo-poderoso, estou de volta! Graças à sua oração! Obrigado a todos que se manifestaram nas redes sociais, de oração em silêncio, o meu eterno agradecimento”, vibrou ele, de volta ao programa.

    Em seguida, explicou seu afastamento.

    “Eu não estava de férias não, meus amores que ligaram a TV agora. Eu tive foi um infarto, quase que eu morri. Sabe por quê? Por causa da peste do cigarro! Deixei de fumar, acho que agora aprendi. Você que fuma… é! Você que fuma qualquer tipo de cigarro. Você que fuma, você vai se lascar. Eu me lasquei. Você que fuma, pare! Estou falando de maconha, cigarro comum. Você que fuma, pare. O cigarro quase que me matava. Quase eu morria”, disse o apresentador.

    Segundo informações do UOL, o jornalista de 50 anos sofreu um princípio de infarto na madrugada de 3 de janeiro. Sikera ficou famoso no fim de 2016 ao dizer que todos os maconheiros morreriam até o Natal. A frase ganhou repercussão nacional e virou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.

    Via/NM

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.