• Publicado em

    Artistas dizem que Bolsonaro ameaça ‘patrimônio civilizatório’

    Camila Pitanga, Chico Buarque, Caetano Veloso, Drauzio Varella, entre outros assinaram 'Democracia Sim'.

    Um manifesto assinado por artistas e personalidades públicas, divulgado neste domingo (23), afirma que a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) “representa uma ameaça franca ao nosso patrimônio civilizatório primordial”.

    Entre os nomes divulgados como de signatários estão os dos cantores e compositores Caetano Veloso e Chico Buarque, das atrizes Dira Paes e Camila Pitanga, dos diretores de cinema Walter Salles e Fernando Meirelles, além do publicitário Washington Olivetto, da apresentadora Bela Gil e do médico e colunista da Folha Drauzio Varella.

    Intitulado “Democracia Sim”, o texto diz que “é preciso recusar sua normalização [da candidatura de Bolsonaro], e somar forças na defesa da liberdade, da tolerância e do destino coletivo entre nós”.

    “Votamos em pessoas e partidos diversos. Defendemos causas, ideias e projetos distintos para nosso país, muitas vezes antagônicos”, afirma o manifesto. “Mas temos em comum o compromisso com a democracia. Com a liberdade, a convivência plural e o respeito mútuo”.

    “Em momento de crise, é preciso ter a clareza máxima da responsabilidade histórica das escolhas que fazemos. Esta clareza nos move a esta manifestação conjunta, nesse momento do país. Para além de todas as diferenças, estivemos juntos na construção democrática no Brasil. E é preciso saber defendê-la assim agora.”

    Bolsonaro, que atualmente está internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, após um atentado a faca, lidera as intenções de voto para a Presidência na pesquisa Datafolha, com 28%. Com informações da Folhapress.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.