• Publicado em

    Avião cai em área rural de Trindade e deixa três mortos

    Piloto teria tirado licença para aeronaves particulares recentemente. Dois estudantes também morreram na queda

    Um avião de pequeno porte caiu na tarde deste domingo (6/12) na zona rural de Trindade, próximo à GO-060.

    As vítimas foram identificadas na noite deste domingo (6), as três vítimas da queda do avião monomortor, prefixo PT – VNC, PA32,  em uma fazenda às margens da GO-060, em Trindade. O piloto e dono da aeronave era Marcelo de Sá Pinheiro, de 45 anos. As primeiras informações dão conta de que ele era um empresário do ramo de eletrificação e teria tirado a licença para pilotar aeronaves particulares (brevê) recentemente. Os passageiros eram os estudantes Elton Ramos da Silva Cruz, de 19 anos e Kayo Telles da Silva, de 20 anos.

    Os corpos foram retirados dos destroços pela Política Técnico Científica e levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.  A área de mata, em que o avião caiu às 11h30 de manhã deste domingo (6), continuará isolada pela Polícia Militar (PM).  As investigações do Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (SERIPA VI) devem começar nesta segunda-feira (7), quando está prevista a chegada de uma equipe a Trindade.  A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou que o grupo do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) já estava se deslocando para o local durante a tarde.

    Testemunhas contaram que na hora do acidente chovia forte. Os peritos descartaram informalmente a possibilidade de falta de combustível ser uma das justificativas para a queda, uma vez que o odor na área era forte. A aeronave decolou em Palmeiras de Goiás, a 98 quilômetros de Goiânia, e tinha como destino o Aeroclube Nacional de Aviação de Goiás. Com informações O Popular

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.