• Publicado em

    Bêbado, jovem pula em trem e acaba a 5h de distância; veja vídeo

    Amigo usou o Facebook para pedir ajuda para trazê-lo de volta a Ponta Grossa

    “Quem nunca bebeu, subiu num trem e acordou em outra cidade?”, pergunta Andrei Ferreira da Silva no Facebook? A frase é parte de um postagem publicada nesta sexta-feira (30), na qual pede ajuda para encontrar um amigo que, bêbado, resolveu subir em vagão de trem de carga. Cinco horas depois de ter saído de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, Nicolas Wasselik, de 21 anos, estava em Guarapuava, na região central do estado. Um dos amigos registrou o momento em que Wasselik subiu no trem.

    Depois de localizar o amigo, Andrei Ferreira da Silva, que é vendedor e tem 25 anos, disse que Nicolas pediu que algum dos colegas fosse buscá-lo. Como não podia, Andrei resolveu publicar um apelo na rede social. “Ele se encontra debilitado por conta da cachaça, com fome, sujo e sem dinheiro, agradecemos desde já!”, escreveu Andrei. A postagem inclui telas da conversas dos amigos em grupo no WhatsApp e tem 4,5 mil curtidas, 2.501 compartilhamentos e 3.400 comentários, até a tarde deste sábado (1º).

    Um primo de Nicolas foi resgatá-lo. Em entrevista ao G1, ele contou que até pensou em pular do vagão, “mas o trem estava muito rápido. Só consegui pular quando parou”, disse. O jovem disse ainda que não sabia qual seria o destino final do comboio. “Passei muito frio, sorte que estava meio anestesiado. Minha mãe ficou muito brava, mas agora está tudo bem!”, brincou.

    A Rumo, empresa responsável pelo trem, se pronunciou em nota sobre o ocorrido: “Pegar carona nos trens é uma atividade irregular, com risco de morte. A empresa realiza campanhas de segurança e conscientização com o objetivo de combater essa prática ilegal e principalmente alertar sobre os riscos do surfe ferroviário. Equipes de vigilância realizam rondas em todo trecho ferroviário com o intuito de coibir atos como este. Ao identificar algum fator de risco ou irregularidade, a comunidade pode entrar em contato com a concessionária por meio do telefone 0800 701 2255”.




    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.