• Publicado em

    Brasil: Gerente mata ex mulher de 33 anos e suicida-se em loja de auto Center

    Na manhã de segunda-feira (9), a polícia registrou mais um feminicídio seguido de suicídio no interior de São Paulo, onde o gerente de 49 anos, executou a ex-mulher, no interior de um auto center de Piracicaba.

    Segundo apurado, no início da manhã, por volta das 8 horas, policiais militares foram chamados no interior de um auto center de pneus, localizado na avenida Dois Córregos, em Piracicaba, onde o Marcos Alves, 49, executou a tiros a ex-mulher Adriele Francine Dezzotti, 33 e na sequencia colocou a arma na própria cabeça e suicidou-se.

    O casal teve morte instantânea e mesmo coma chegada de unidade resgate dos Bombeiros e USA do SAMU, o único trabalho que o médico do SAMU teve foi constatar os óbitos do casal.

    Leia também: Alunos beneficiados com bolsa de estudo se esforçam mais, aponta pesquisa

    Após isolar a área e a loja de auto center a Polícia Militar acionou a equipe da delegada Olívia dos Santos Fonseca da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) que esteve no local com peritos do Instituto de Criminalística (IC), os quais também constataram os óbitos e recolheram capsulas e a arma de fogo usada na tragédia.

    A delegada Olívia, informou que conversando com amigos, os mesmos relataram que o casal viveu uma união estável de sete anos e posteriormente se separaram e Marcos, nunca teria aceitado o fim do relacionamento. Ela disse que o crime seria registrado como feminicídio, seguido de suicídio.

    Nos levantamentos a delegada Olívia dos Santos Fonseca, apurou que por volta das 8 horas, Adriele levou o carro para um conserto em um auto center, localizado na avenida Dois Córregos.
    Em seguida, chegou Marcos, dizendo que queria conversar com ela, que disse que só falaria com ele dentro da loja.
    Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Piracicaba.

    FONTE PEDRO MACIEL

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.