• Publicado em

    A cabeça de um homem foi encontrada as margens da BR 158

    Na noite de ontem a cabeça foi encontrada e nesta manhã o corpo foi encontrado em uma estrada vicinal.

    Na noite desta segunda-feira (12), foi encontrada uma cabeça as margens da BR-158, próximo ao trevo de acesso a Jataí, em Caiapônia GO.

    A Polícia Civil esteve no local, o IML foi acionado e fez a remoção da cabeça.

    A Polícia fez buscas para encontrar o corpo da vítima, mas sem sucesso.

    Por volta das 6h00 desta terça-feira o corpo decapitado foi encontrado na estrada vicinal que da acesso a captação da Saneago, a 150 metros da BR-158.

    A Polícia fez a preservação do local, o corpo foi recolhido pelo IML.

    A vítima ainda não foi identificada, o corpo é de um homem de aproximadamente 35 anos. A Polícia está investigando o caso.

    Em ação rápida a Polícia desvendou o crime e prendeu os autores do homicidio;

    A vítima foi identificada como Valdeir Camilo dos Santos, natural da cidade de Rio Verde. já os autores que foram presos por volta das 10 horas da manhã desta terça-feira (13), são Jocinelson Oliveira de Jesus, 29 anos e Alex Rodrigues de Moraes, 32 anos. Os autores são da cidade de Jataí.

    Segundo informações do Delegado a motivação do crime foi uma briga que os autores e a vítima tiveram em uma festa, a alguns dias atrás. Nesta briga eles chegaram a entrar em via de fatos.

    Os autores disseram que não tinha a intenção de matar a vítima e queriam apenas dar um susto nele.

    Eles encontraram a vítima no dia de ontem, e o levaram para uma estrada vicinal, estranhando o fato, a vítima reagiu e entrou em luta corporal com os autores, sendo que um deles segurou a vítima e o outro efetuou vários golpes de facão na vítima acabando o decapitando.

     

     

    Adaptações Plantão JTI/ Fonte Folha de Caiapônia.

    Assista:

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.