• Publicado em

    Cabeleireira é agredida e morta pelo marido em Goiás

    Vítima já foi suplente de vereador da cidade de Varjão em 2012 e 2016, pelo PSD. Alvo constante de agressões do marido, mulher - reforça amiga -, era feminista.

     Um homem de 62 anos foi preso na manhã deste sábado (22) pelo feminicídio da esposa, a cabeleireira Gleicy da Silva Menezes Sales, na residência do casal, no Setor Rio Grande, em Aparecida de Goiânia. No momento da prisão, Ademar de Jesus Sales estava com uma corda nas mãos com a qual pretendia cometer suicídio.
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.