• Publicado em

    Caso Daniel: suspeito, esposa e filha devem prestar depoimento hoje

    Eles são suspeitos de envolvimento na morte do jogador Daniel Corrêa Freitas, de 25 anos, e estão presos temporariamente

    Nesta segunda-feira (5), o empresário Edison Brittes Júnior, a esposa dele, Cristiana Brittes, e a filha, Allana Brittes, devem prestar depoimento à Polícia Civil de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

    Eles são suspeitos de envolvimento na morte do jogador Daniel Corrêa Freitas, de 25 anos, e estão presos temporariamente.

    Segundo destaca o G1, Edison Júnior foi preso e confessou ter matado Daniel. Ele alega que estava em descontrole emocional, porque o jogador tentou estuprar Cristiana.

    Além deles, outras três pessoas que acompanharam o crime também devem prestar depoimento à polícia hoje.

    O CRIME

    Daniel foi espancado e morto após ter participado de uma festa, que começou na sexta-feira (26), em uma casa noturna de Curitiba, e continuou na manhã de sábado, na casa da família Brittes. O jogador teria sido levado por Edison Júnior para um matagal, onde o corpo foi encontrado. A polícia informou que o órgão genital da vítima foi cortado. O Instituto Médico-Legal (IML) apontou que a morte foi causada por ferimento por arma branca.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.