• Publicado em

    Celg GT participa de leilão para construir linhas de transmissão em Goiás

    Um dos lotes refere-se à construção de 4 km de linha de transmissão de 230 kV em Jataí, com investimento estimado de R$ 64 milhões e prazo de conclusão de 48 meses, prevendo-se gerar 160 empregos diretos.

    A Celg Geração e Transmissão (Celg GT) participará de leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), nesta quinta-feira (28), concorrendo a dois lotes de linhas de transmissão em Goiás. Ao todo, são 20 empreendimentos, que contemplam 2.560 quilômetros de linhas de transmissão e subestações com capacidade de transformação de 12.230 MVA.

    As novas instalações de transmissão do Sistema Interligado Nacional (SIN) alcançam investimentos da ordem de R$ 6 bilhões, com perspectiva de geração de 13,6 mil empregos diretos. O prazo para operação comercial dos empreendimentos varia de 36 a 63 meses, para concessões por 30 anos, contados a partir da celebração dos contratos.

    O primeiro lote que a CELG GT vai concorrer prevê a construção de uma linha de transmissão de 230 kV, de Edeia a Cachoeira Dourada, com 150 km de extensão, com ampliação das subestações Pirineus, Barro, Alto, Edeia e Cachoeira Dourada, além da adequação das Subestações Samambaia e Bandeirantes. O investimento estimado é de R$ 321 milhões, com prazo de 48 meses para conclusão dos trabalhos e estima de geração de 803 empregos diretos.

    O segundo lote refere-se à construção de 4 km de linha de transmissão de 230 kV em Jataí, com investimento estimado de R$ 64 milhões e prazo de conclusão de 48 meses, prevendo-se gerar 160 empregos diretos.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.