• Publicado em

    Certificados do Encceja já podem ser solicitados

    Resultados estão disponíveis na Página do Participante

    Os participantes que alcançaram a nota mínima exigida nas quatro áreas do conhecimento e na redação do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) já podem solicitar a certificação para o grau que pleitearam o diploma – ensino fundamental ou médio. Os resultados do Encceja 2019 foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na última segunda-feira, 09

    Leia também: Número de inscritos no Enem PPL supera edição anterior

    Estão aptos para pedir o certificado quem atingiu, no mínimo, 100 pontos nas provas objetivas e 5 pontos na redação. Aqueles que atingiram os 100 pontos em uma área do conhecimento, ou em algumas áreas do conhecimento, mas não em todas, podem’ solicitar a Declaração Parcial de Proficiência. Os resultados estão publicados no sistema Encceja, que podem ser acessados com o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição.

    Como solicitar a certificação do Encceja 2019

    As certificadoras são as secretarias de estado da educação e alguns institutos federais que fizeram adesão ao Encceja. As Secretarias estaduais de educação emitem os Certificados de Conclusão do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e, também, a Declaração Parcial de Proficiência. Já os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, também emitem o certificado e a declaração parcial, mas apenas para o ensino médio.

    Mudei de cidade, e agora?

    O participante que mudou de cidade ou precisa solicitar o documento em outra localidade poderá procurar alguma das unidades certificadoras. A relação de todas as instituições pode ser consultada no portal do Inep.

    O que é a Declaração Parcial de Proficiência?

    A declaração não é um diploma. Mas, com ela em mãos, o participante tem a oportunidade de se inscrever na próxima edição do exame apenas nas áreas de conhecimento em que não alcançou as notas necessárias.

    *com informações do Inep.

    Fonte: Agência Educa Mais Brasil

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.