• Publicado em

    Cientistas advertem sobre indícios de hackers extraterrestres

    De acordo com o estudo, extraterrestres poderiam enviar mensagens para os sistemas de comunicações contendo código malicioso

    Habitantes de outros planetas podem nos enviar mensagens “contaminadas” para “hackear” os meios de comunicações humanos. Pelo menos, é sobre essa possibilidade que adverte o estudo dos astrofísicos norte-americanos Michael Hippke e John G. Learned, publicado no site Arxiv.org.

    Os projetos da Busca por Inteligência Extraterrestre (SETI, sigla em inglês), têm como objetivo procurar a vida em outros planetas através do uso de antenas e computadores avançados que analisam sinais eletromagnéticos de origem extraterrestre. Além disso, cientistas buscam emitir e receber mensagens codificadas do espaço sideral.

    De acordo com o estudo, extraterrestres poderiam enviar mensagens para os sistemas de comunicações contendo um código malicioso. Por exemplo, ameaçando a explodir o Sol caso os humanos não concordem em cumprir suas exigências. Para argumentar sua suposição, os cientistas citaram várias mensagens registradas pelo projeto SETI.

    Em 2017, o investigador Rene Haller ofereceu decifrar um fluxo de 1 902 341 bits. Após a decifração, a informação recebida foi apenas uma imagem normal em preto e branco.

    De acordo com Hippke e Learned, tal tipo de sinais pode ser decifrado em papel, neste caso, a mensagem extraterrestre não prejudica os sistemas do nosso planeta. Contudo, quando se trata de um código mais complexo, não tem como decifrá-lo sem a utilização de computadores. Os cientistas argumentam que é muito difícil “descontaminar” as mensagens provenientes do espaço.

    De acordo com especialistas, os projetos da SETI ou computadores pessoais correm o risco de ser infectados por um “trojan” ou um “malware” que poderiam dar acesso a dados pessoais e ao sistema operacional para um “hacker” de nível planetário. Os pesquisadores concluíram, que “somente podemos escolher destruir uma mensagem [extraterrestre] ou assumir o risco”. Com informações do Sputnik.



    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.