• Publicado em

    Cientistas revelam se existe vida extraterrestre

    Os cientistas do Texas modelaram o processo de decomposição do óxido de hidrogénio durante o processo de radiólise

    A água afetada pela radiação é o ambiente certo para a formação de microrganismos extraterrestres, concluíram os cientistas do Texas, segundo o Physorg.

    Os cientistas do Texas modelaram o processo de decomposição do óxido de hidrogénio durante o processo de radiólise.

    Trata-se da desintegração dos elementos químicos influenciados pela radiação nuclear, comunica oPhysorg.

    Os cientistas chegaram à conclusão que, durante a radiólise da água, se liberta hidrogénio molecular, que pode ser a fonte de energia para as células vivas, incluindo microrganismos e bactérias.

    A radiação surge durante o processo da desintegração dos isótopos de urânio, potássio e tório que existem no espaço.

    No fim da semana passada, soube-se que o satélite de Saturno Encélado pode ser habitado. Os dados de uma sonda da NASA mostraram que, por baixo do gelo, ocorrem reações químicas típicas da formação da vida extraterrestre. Há dois anos, foi encontrado um vulcão subterrâneo. Existe a hipótese de que, por baixo do gelo, haja um oceano. Com informações do Sputnik Brasil.




    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.