• Publicado em

    Companheiro diz a polícia onde deixou partes do corpo de sua ex-mulher

    O companheiro da mulher de 33 anos, teve prisão temporária decretada na última segunda-feira (28), ele confessou o crime.

    Polícia Civil deve realizar diligências na tarde desta terça-feira(29) para tentar localizar outras partes do corpo de Neomar da Rosa, de 25 anos. Ela foi morta e esquartejada no município de Ituporanga, em Santa Catarina, no último domingo (20).

    O companheiro da mulher de 33 anos, teve prisão temporária decretada na última segunda-feira(28), ele confessou o crime.

    De acordo com o delegado responsável pelo caso, Bruno Augusto Reis, o casal teria ido a uma festa em uma cidade vizinha na noite de sábado, lá eles teriam brigado. O homem deixou o local e Neomar ficou na festa.

    Leia também: Vídeos impressionantes mostra roubo de malote em Jataí, assista 

    “Posteriormente a vítima pegou carona com uma terceira pessoa, que ela conheceu na festa, acabou se relacionando, e essa terceira deixou a vítima em frente à residência em que ela morava com o autor. E o autor presenciou ela se despedindo dessa terceira pessoa, e assim que ela ingressou no domicílio, eles passaram a discutir e ele acabou agredindo ela”, afirmou o delegado responsável pelo caso ao G1.

    O homem deve ser indiciado por homicídio qualificado (motivo torpe, impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio), além de ocultação de cadáver. Ele já tinha contra si dois boletins de ocorrência por violência doméstica, segundo a Polícia Civil. Em um dos casos, ameaçou uma ex-companheira com uma faca.

    Durante depoimento na madrugada desta terça-feira(29) o homem confessou o crime e informou onde deixou as partes do corpo da companheira. A polícia foi até os locais indicados com ele. “A cabeça foi deixada em Ituporanga, o tronco em um rio em Chapadão do Lageado, sendo levado pela água até a barragem de Ituporanga. Os braços e as pernas foram descartados em Aurora”, disse Reis.

    Ainda de acordo com o delegado, o suspeito afirmou que deu várias voltas para deixar as partes do corpo da companheira para evitar ser flagrado por câmeras de segurança.

    Os pertences da vítima também foram sendo desfeitos ao poucos. “Cada vez ele ia para rua, aproveitava para jogar fora uma sacola de lixo com os objetos dela”, contou o delegado.

    O delegado aguarda o resultado da perícia e tenta localizar imagens que mostrem o trajeto do criminoso.

    O crime

    Uma mulher de 25 anos foi encontrada morta e esquartejada entre entulhos da Barragem Sul, em Ituporanga (SC). Partes do corpo da vítima, identificada como Neomar da Rosa, estavam na represa. O suspeito de cometer o crime é o companheiro da jovem. Ele foi preso nessa segunda-feira (28).

    O feminicídio foi praticado no domingo (20), na casa onde os dois viviam, no bairro Gabiroba. Até o momento, apenas o tronco de Neomar foi achado – na última sexta-feira (25). Ela só foi reconhecida por causa de uma tatuagem, de acordo com a Polícia Civil. O homem confessou o assassinato.

    Notícias ao Minuto

    Fonte/ Notícias ao Minuto

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.