• Publicado em

    Criança de 11 anos sequestrada em Goiás é resgatada no Piauí

    O homem que a sequestrou foi preso e disse a policia que, no período do desaparecimento, “manteve relações sexuais” com ela; a criança foi resgatada em estado de choque.

    Um homem de 40 anos suspeito de sequestrar uma menina de 11 anos na cidade de Ipameri, em Goiás, foi preso na noite dessa sexta-feira (24) em Oeiras, Sul do Piauí. Em depoimento à polícia, ele alegou que tinha um relacionamento amoroso com a menor desde dezembro do ano passado e durante o cárcere privado manteve relações sexuais com a vítima.

    Conforme a Polícia Civil, a criança estava desaparecida desde quarta-feira (22), quando saiu para ir à escola a pé e não chegou ao destino. Testemunhas relataram ter visto a menina acompanhada do auxiliar de serviços gerais, que é conhecido da avó da vítima e natural de Oeiras.

    “Após a família perceber o desaparecimento da menina e buscas na região, a polícia de Ipameri pediu ajuda a Polícia Militar do Piauí, por acreditar que o suspeito teria vindo ao estado. Em apenas duas horas, o Núcleo de Inteligência da Delegacia de Oeiras localizou e prendeu o auxiliar de serviços gerais e resgatou a criança em uma casa próximo à subestação de energia da cidade”, informou tenente-coronel John Feitosa, relações públicas da Polícia Militar.
    Em estado de choque, a menor foi encaminhada para acompanhamento do Conselho Tutelar de Oeiras e a família da vítima acionada. O suspeito encontra-se preso na Delegacia de Oeiras e deve responder por estupro, sequestro e cárcere privado.

    Entenda o caso

    A menina de 11 anos desapareceu após ser vista pegando um mototáxi com um conhecido da família, em Ipameri, no sudeste de Goiás. Segundo a mãe da menina, Simone Theodoro Freitas, a filha está sumida desde quarta-feira (22). A Polícia Civil e a Polícia Militar investigam o caso à procura da criança.
    A mãe da garota relatou que a família esteve em uma festa de Natal na casa do homem a convite de um amigo do avô da menina. Ela acredita que o suspeito pode ter enganado a menina para levá-la. Via; 24 horas News




    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.