• Publicado em

    Criança some após ser raptada por padrasto; suspeito foi achado morto

    O homem teria raptado a enteada após ele e a esposa, mãe da garota, decidirem se separar; a criança continua desaparecida

    O desaparecimento de Maria Islaine Dantas da Silva, 10 anos, passa de três dias. O padrasto dela, suspeito de sequestrá-la, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, foi encontrado morto, nesta quinta-feira (13), no município de Ribeirão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Ele foi achado pendurado em uma ponte. A polícia acredita em suicídio. O homem teria raptado a enteada após ele e a esposa, mãe da garota, decidirem se separar.

    “Era de costume ele levá-la para a escola. Mas depois ligamos para lá e descobrimos que não houve aula. Acredito que ele aproveitou essa oportunidade para sair da cidade com ela. Depois disso, a gente ligava e ele não atendia, mandava mensagem no WhatsApp e ele não respondia”, conta a irmã mais velha de Maria Islaine, a agricultora Maedja da Silva, de 23 anos.

    Leia também: “Não fizemos sexo na pirâmide”, diz fotógrafo que escandalizou o Egito

    Um dia depois do desaparecimento, na terça-feira (11), o homem, que não teve a identidade revelada, disse, por mensagem, que a menina estava bem.Ele disse que ela estava bem. Que tinha comprado biscoito e que ela estava brincando. Mas não deixou que a gente falasse com ela. Disse à mãe dela que ela ‘iria matar a saudade da filha’ no outro dia”, relatou Maedja.

    De acordo com informações do G1, o acordo era devolver a criança até as 12h dessa quarta-feira (12). Sem prometer o que havia acordado, o homem entrou em contrato com sua filha mais velha, que avisou à família. “Ele disse à filha dele que estava esperando escurecer para levar a menina. Disse que iria levar e não levou. Aí ninguém mais conseguiu contato com ele depois disso”, contou.

    Leia também: Filha acusa João de Deus por abusos sexuais desde os 9 anos de idade

    Criança continua desaparecida

    “Nossa prioridade agora é localizar a criança. Infelizmente não sabemos se ela está viva ou morta. Estamos trabalhando com todas as possibiliades e fazendo o máximo para encontrá-la logo”, afirmou o delegado Mamedes Oliveira, titular da Delegacia do Cabo de Santo Agostinho.

    Notícias ao Minuto                                         Polícia tenta achar Maria Islaine Dantas da Silva, de 10 anos

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.