• Publicado em

    Crueldade: mulher é assassinada a facadas pelo próprio filho, em Goiás

    Suspeito saiu por volta da hora do almoço para comprar drogas armado com uma faca.

    De acordo matéria do Jornal Diário da Manhã, um jovem de 25 anos foi preso na noite do último sábado (10/8) suspeito de matar a própria mãe esfaqueada, na casa onde eles residiam, em Cristalina, no Entorno do Distrito Federal (DF).

    A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) foi chamada para atender a ocorrência que inicialmente chegou para a equipe como lesão corporal grave. De acordo com a polícia, a vítima foi identificada como Rosa Bueno Ribeiro, conhecida como Rosinha, de 44 anos, que foi esfaqueada pelo próprio filho, Marcos Bueno Queiroz, de 25.

    Leia também: Projeto de Lei quer garantir que salário mínimo chegue a R$1.040 em 2020

    De acordo com as informações repassadas pela polícia, o suspeito é usuário de drogas e teria saído na hora do almoço para comprar drogas e armado com uma faca, e ameaçou matar a mãe caso ela chamasse a polícia. Por volta das 18h10 Marcos voltou para a residência onde morava com a genitora, nesse momento Marcos desferiu duas facadas na vítima.

    Conforme as informações da polícia, uma testemunha viu o momento que Rosinha deixou a residência ensaguentada e chamou o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), porém a vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) que encaminhou Rosinha para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cristalina.

    Filho suspeito de matar a mãe ficou dentro da casa trancado e foi encontrado na cozinha da residência

    Após a vítima ser socorrida, a equipe policial foi informada que o suspeito estaria dentro da residência e que o mesmo poderia estar armado com uma arma de fogo. Nesse momento os policias entraram na casa e encontraram Marcos na cozinha encostado no canto de uma parede e deram voz de prisão ao suspeito.

    A polícia afirmou que Marcos foi levado sob custódia e colocado na viatura para evitar que o mesmo fosse agredido pela população e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito, no caminho para o IML, a equipe foi informada sobre a morte da mãe do suspeito na unidade de saúde.

    Leia também: Celebrado neste domingo, dia do Estudante provoca reflexões

    Conforme as informações da polícia, outras viaturas estiveram na residência para preservar o local do crime, porém populares mais eufóricos haviam entrando na casa e jogado água para lavar as manchas de sangue. Marcos por sua vez foi preso em flagrante e deve responder pelo crime de feminicídio.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.