• Publicado em

    Curso Libras na Linha de Frente está com inscrições abertas para profissionais de saúde

    Aulas começam hoje (29) na modalidade on-line.

    A Pontifícia Universidade Católica do Paraná está com inscrições abertas para um curso gratuito e on-line de Libras (língua brasileira de sinais), “Libras na Linha de Frente”, voltado para profissionais da área da saúde. Para esta formação serão oferecidas 40 vagas.

    As aulas têm início nesta segunda-feira (29) e seguem até o dia 2 de abril, sempre às 17h. Para se inscrever, o interessado deve acessar o link e preencher as informações solicitadas. Terão preferência profissionais formados e estudantes da área da saúde de todo o Brasil. A meta é facilitar o entendimento e a comunicação entre profissionais que atuam no combate à Covid-19 e pacientes surdos.

    As aulas são dadas por Alexsander Pimentel, professor, tradutor e intérprete de Libras. Quem tiver, no mínimo, 75% de presença ganhará certificado de participação.

    A iniciativa é de acadêmicos do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia em Saúde da universidade, que participam do projeto Unidos pela Saúde, desenvolvido por mestrandos e doutorandos em conjunto com profissionais de saúde voluntários e estudantes de outras instituições. O projeto tem como foco principal levar informações de cuidados de saúde à população em geral de maneira acessível e adaptada às pessoas com deficiências.

    Outras oportunidades de cursos gratuitos para todos os públicos

    O Educa Mais Brasil, plataforma de incentivo estudantil, também disponibiliza em seu site uma seleção de instituições que oferecem cursos gratuitos e on-line. São cursos em diversas áreas do conhecimento que contribuem para ampliar os seus conhecimentos e aumentar as suas chances de conquistar melhores oportunidades no mercado de trabalho.

     

    * Com informações da Agência Brasil
    Fonte: Agência Educa Mais Brasil
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.