• Publicado em

    Dois assaltantes morrem durante troca de tiros com a PM, em GO

    A troca de tiros aconteceu na noite desta quarta-feira (16), no município de Iporá a 224 quilômetros de Jataí.

    Danilo Fábio de Souza (Danilo Espigão), de 26 anos, e Guilherme, conhecido como Guilherme Novidade, foram mortos em troca de tiros com a Polícia no município de Iporá, Goiás.

    O fato começou quando, em Diorama, um supermercado e panificadora foram assaltados por volta de 20:30 horas da noite de ontem, quarta-feira, 16.

    12019771_999743400075733_1079452712112788007_nOs dois bandidos estavam em uma moto CBX 250 de preta e placa KSC 5024, de Iporá. A PM foi informada de que eles fugiram na direção da estrada velha entre Diorama e Iporá.

    Na Fazenda Santo Antônio, proximidades de um antigo cemitério, a PM localizou os dois assaltantes na moto citada. Eles resistiram à prisão.

    12032222_999743726742367_4544480417746103342_nHouve a troca de tiros e morte dos dois bandidos no local. Os assaltantes estavam com um revólver calibre 38 e com seis munições. Cinco tiros foram disparados na direção dos PMs.

    Danilo Espigão, um dos bandidos mortos nesta noite, velho conhecido da polícia, com algumas passagens pela cadeia

    Danilo Espigão, um dos bandidos mortos nesta noite, velho conhecido da polícia, com algumas passagens pela cadeia

    O delegado Ramon Queiroz esteve no local. O Núcleo de Polícia Científica fez o seu trabalho.

    Os corpos estão ainda no Instituto Médico Legal (IML).

    Acredita-se que esses dois bandidos mortos foram autores dos últimos assaltos em Iporá, principalmente em um depósito de bebidas e em um posto de combustíveis, locais onde testemunhas relataram sobre uso de uma moto com estas características do assalto da noite desta quarta-feira.

    Adaptações Plantão JTI
    Com informações do Portal Oeste Goiano
    
    

    Assista:

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.