• Publicado em

    Duas mulheres foram presas e um homem morto suspeitos de esquartejar rapaz e divulgar imagens na internet, em Goiás

    A| vítima estava desaparecida.

    Paloma Vitória da Silva Lopes e Brenda de Souza Cavalcante foram presas acusadas de participar de um crime com requintes de crueldade em  Campos Belo, no norte de Goiás.

    Já, Carlos Vinícius dos Santos Rocha, foi morto em confronto com a PM, ele é suspeito de participar junto com as duas mulheres do homicídio e esquartejamento de Claiber Eduardo Marques de Jesus. A vítima estava desaparecida.

    Leia também:  Homem desaparecido é encontrado morto na GO 174 em Rio Verde

    Os autores foram identificados e localizados depois que um vídeo e fotos do assassinato começaram a circular nas redes sociais. O crime foi encomendado por um detento que pertence ao mesmo grupo criminoso dos acusados. A motivação foi à disputa por pontos de tráfico de drogas na cidade, informou a Polícia.

    As duas mulheres foram presas na noite desta terça-feira (19), elas confessaram a participação no brutal assassinato.  A Polícia localizou armas com todos os envolvidos no crime.

    O confronto que culminou na morte de Carlos, e na prisão de Paloma e Brenda, aconteceu em um matagal da cidade, onde os criminosos tentaram se esconder. A vítima desapareceu no sábado (16), e três dias depois seu corpo foi encontrado esquartejado.

     

    Saiba mais assistindo o Jornal Das 11;

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.