• Publicado em

    Em Rio Verde, Caravana do Empreendedor abre novas possibilidades para pequenos empresários

    A caravana faz parte do Programa Goiás Empreendedor, coordenado pela Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC).
    Incentivar o empreendedorismo. Para o Governo de Goiás este é o principal mecanismo para estimular o crescimento da economia do Estado e a geração de emprego e renda. No sábado, quando é celebrado o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa ou Dia do Empreendedor (5/10), o governador Ronaldo Caiado esteve na cidade de Rio Verde, na região Sudoeste do Estado, para participar da segunda edição do projeto Caravana do Empreendedor. “O maior programa social que existe no mundo é o emprego. Governante que dá emprego resgata a dignidade das pessoas e implanta um programa social digno”, declarou durante a visita.
    A caravana faz parte do Programa Goiás Empreendedor, coordenado pela Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC). O programa propõe fomentar a economia no Estado por meio da facilitação de empréstimos destinados à implantação ou ao crescimento de micro e pequenas empresas. Quem tem acesso às linhas de crédito ainda recebe apoio ao desenvolvimento. “Esse é o nosso cuidado. O assessoramento técnico é muito grande. Depois do empréstimo feito, essas pessoas terão também um assessoramento para o dia a dia nas suas empresas”, enfatizou o governador.
    Leia também: Conheça o “Plantão de Oportunidades” a nova pagina do site Plantão JTI
    O governador ainda assinou o documento de autorização de instalação do Programa Goiás Empreendedor em Rio Verde e presenciou a efetivação do primeiro contrato do programa. Trata-se do crédito concedido à confeiteira Isabella Sabino de Morais, 25, no valor de quase R$ 15 mil, que será pago em 36 parcelas mensais, a juros de apenas 3% ao ano.
    O financiamento tem como objetivo a aquisição de equipamentos para a “Isabella Doceria”. “Estou construindo uma cozinha, que logo pronta. Se não fosse por esse financiamento, nessa cozinha agora só teria eu, minha irmã e um fogão. Não teria condições de aparelha-la com móveis e equipamentos industriais que preciso para a produção”, relatou.
    A ideia agora é ampliar o negócio. A contratação de mão de obra deve ser o próximo passo, já que a demanda aumentou bastante nos últimos meses. “Estou adquirindo todos os equipamentos que preciso para aumentar a produção e consequentemente contratar mais pessoas para ajudar, porque só nós duas já não damos conta”, comemorou.
    Segundo Isabella, todo o processo para o acesso ao crédito foi rápido e muito tranquilo. “Passei a documentação, eles aprovaram o contrato e hoje a gente fez a assinatura”. Para ela, os diferenciais do financiamento oferecido pelo Governo de Goiás são a baixa taxa de juros e o prazo estendido para o pagamento. “Quando você está no começo encontra muitas dificuldades. Não tem dinheiro em caixa para nada. Com essa ajuda, vou me organizar e pagar de uma forma que não vai te apertar”, resumiu.
    GOIÁS EMPREENDEDOR
    Por meio da Caravana do Empreendedor, o Programa Goiás Empreendedor realizou em Rio Verde dois dias de rodadas de negócios, com a oferta de oficinas e palestras acompanhadas por 980 inscritos. Foram 201 horas de palestras e oficinas além de 610 atendimentos de créditos. No total, foram recebidas 205 propostas, que agora estão em andamento (análise).
    O programa, que deve percorrer todos os municípios goianos, oferece acesso a empréstimos com juros subsidiados – ou até mesmo sem incidência de juros – para a abertura ou ampliação do próprio negócio.
    O secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Wilder Morais, que também é empresário, falou sobre a importância do incentivo ao empreendedorismo e de como essa perspectiva gera o aumento da oferta de empregos. “Tenho certeza que vamos ajudar muita gente a ganhar dinheiro no Estado de Goiás, vivendo onde elas estão, sem precisar sair em busca de oportunidades”, sublinhou.
    Hoje existem R$ 150 milhões disponíveis para empréstimos em várias linhas de crédito, como microcrédito, Crédito Produtivo e Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FCO). “O objetivo do nosso governador Ronaldo Caiado é que até o final do ano possamos atender 14 mil novos empreendedores em Goiás”, destacou Wilder. A meta do governo é gerar cerca de 40 mil novos empregos até o final de 2020 com os empréstimos.
    Para o prefeito Paulo do Vale, o respeito à sociedade é o maior avanço que Caiado tem proporcionado ao Estado. “O emprego é a âncora mais forte que nós temos”, avaliou.
    Estiveram presentes na solenidade que marcou o convênio entre o Programa Goiás Empreendedor e a cidade de Rio Verde o presidente da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR), Eurípedes Barsanulfo; a primeira-dama do município, Lílian do Vale; os deputados estaduais Chico KGL e Cairo Salim; o presidente da Câmara Municipal de Rio Verde, Idelson Mendes, e os vereadores Lindomar Neves, Sargento Ubiratan Pereira Gouveia, Marussa Cássia Favaro Boldrin e Lucivaldo Medeiros; além de representantes do Banco do Brasil e do Senac Rio Verde.​
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.