• Publicado em

    Empresário de dupla sertaneja suspeito de matar motorista de aplicativo passa por audiência de custódia, em Goiás

    O caso teve uma grande repercussão no Estado.

    Passa por audiência de custódia na tarde de hoje (28) Parsilon Lopes dos Santos, conhecido como Camargo. As informações são da radio CBN.

    Ele é suspeito de matar a motorista de aplicativo e enfermeira Vanusa da Cunha Ferreira, de 36 anos de idade. Parsilon é ouvido na Quarta Vara Criminal de Aparecida de Goiânia pelo juiz Leonardo Fleury Curado Dias.

    Leia também: Três jovens morrem em acidente na BR-324 

    De acordo com o Tribunal de Justiça de Goiás, o processo que envolve o suspeito é sigiloso, por esse motivo a imprensa não pode acompanhar o depoimento. Mas informa que a oitiva deve ser bem rápida.

    A motorista desapareceu no último dia 19 depois de fazer uma viagem fora do aplicativo em que trabalhava. Já no dia 20 o carro de Vanusa foi encontrado abandonado próximo ao Polo Empresarial em Aparecida de Goiânia.

    Horas depois, o corpo dela foi achado no mesmo município. No dia seguinte, Camargo foi preso aqui em Goiânia. Parsilon, que se apresenta como empresário de dupla sertaneja, disse a polícia que estava muito embriagado e que não se lembra do que fez, mas relatou que esteve com Vanusa o tempo todo antes da morte.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.