• Publicado em

    Enem: cursinho EaD é boa alternativa mandar bem no exame

    Aproveitar o máximo possível para conquistar uma boa nota no Enem

    Muitos estudantes optam por fazer um curso EaD preparatório para o Enem. As opções são por conta da rotina ou por ter preços mais atrativos. Mas, seja qual for o motivo por escolher essa modalidade, é preciso abandonar a ideia de que o curso a distância é mais fácil que um presencial. A falta de uma rotina pode comprometer muito a produtividade e exigir que o estudante tenha mais dedicação e organização e assim aproveitar o máximo possível para conquistar uma boa nota na maior prova de acesso ao ensino superior do País.

    Antes de tudo, um computador com acesso à internet é o principal item para quem vai fazer um curso a distância. O aparelho é imprescindível para ajudá-lo a acessar as aulas e demais conteúdos disponibilizados pela instituição de ensino. Mas, se necessário, mantenha-se off-line das redes sociais e sites que possam distrair a sua atenção, deixando de lado o foco no que realmente importa.

    Leia também: Saiba quais melhores lugares do mundo para fazer um intercâmbio

    Defina também um plano de estudo que melhor se enquadre na sua rotina. Organize suas atividades, com os melhores horários para estudar, organize os assuntos a serem estudados e o momento da resolução de exercícios ou simulados para testar os conhecimentos dos conteúdos que estão sendo aprendidos.

    Uma outra forma de tornar essa jornada ainda mais interessante é fazer contatos. Procure saber se o seu curso tem algum chat ou outra estratégia de aproximar os alunos dessa modalidade como grupo no WhatsApp para compartilhar informações. Estudantes interessados em manter o foco em dia ainda podem contar com bolsas de estudo para cursinhos pré-vestibular Enem, com até 70% de desconto.

     

    Fonte: Agência Educa Mais Brasil

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.