• Publicado em

    Ex-assessor de deputada federal é preso por tentativa de homicídio em Goiás

    Segundo informação do Extra. um ex-assessor parlamentar foi preso, nesta sexta-feira, em Caldas Novas, acusado de tentar matar um homem na última quarta-feira, no Setor São José. Luiz Henrique Borges, de 23 anos, exercia até o mês passado a função de Assessor Parlamentar na Câmara dos Deputados. Durante cinco anos ele integrou o gabinete da deputada federal Magda Mofatto, do PR.

    De acordo com o delegado Wlisses Valentim,as investigações apontam que o crime foi motivado por ciúmes. Luiz é suspeito de ter disparo contra a vítima, que foi identificada como José Fernando Santos, de 25 anos, atual companheiro da ex-mulher dele.

    Luiz foi preso acusado de tentativa de homicídio

    Luiz foi preso acusado de tentativa de homicídio Foto: Divulgação/Polícia Civil

    – Ele estava de moto e perseguiu o rapaz, que estava em um carro, descarregando a arma contra ele. Foram seis disparos. Felizmente, nenhum deles pegou na vítima – disse o delegado.

    Ainda segundo o responsável pela investigação, Luiz Henrique já tinha diversas passagens pela polícia.

    Entre elas uma por porte de arma, em 2011, e outra por lesão corporal contra a ex-mulher no ano passado. Ela entrou com pedido de medida protetiva e Luiz estava respondendo em liberdade.

    Um dos disparos que atingiu o carro de José

    Um dos disparos que atingiu o carro de José Foto: Polícia Civil/Goiás

    O ex-casal tem um filho pequeno.

    Após o crime contra José, Luiz deixou a cidade para fugir da prisão em flagrante e, na manhã de hoje, se apresentou, com advogado, na Delegacia de Polícia. Ele confessou a autoria dos disparos e esperava responder em liberdade. No entanto, foi surpreendido pelo mandado de prisão.

    – Ele não esperava que já tivéssemos um mandado expedido contra ele e se surpreendeu com a prisão – contou o delegado.

    Luiz Henrique Borges foi encaminhado para o Presídio de Caldas Novas provisoriamente. A polícia dará entrada no pedido de prisão preventiva. O EXTRA procurou a deputada Magda Mofatto em seu gabinete, na Câmara dos Deputados, mas ninguém foi encontrado para comentar a exoneração de Luiz Henrique e sobre o trabalho dele no local.




    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.