• Publicado em

    Ex-marido matou mulher em Goiás por não aceitar fim de relacionamento

    Jocileia Vieira foi morta quando seguida para o trabalho, um supermercado em Aparecida de Goiânia. Após o crime, Genilson Costa fugiu para Salvador, mas foi detido assim que desembarcou do avião

    Katrine Fernandes*

    A fiscal de caixa de supermercado Jocileia Vieira Almeida, de 28 anos, foi morta a tiros na tarde de ontem (30), quando estava a caminho de seu trabalho, um supermercado no Setor Papilon Park em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. O ex marido dela identificado como Genilson Alencar Costa também de 28 anos foi preso como principal suspeito de cometer o crime.

    Segundo a Polícia Civil de Goiás, após o crime, Genilson fugiu para Salvador (BA), mas foi preso assim que desembarcou do avião. O delegado Rogério Bicalho, do Grupo de Investigação de Homicídios, afirmou que o suspeito confessou ter matado a mulher. A defesa  dele não foi localizada.

    “Ele falou que eles estavam separados há dois meses, ela estava com um novo relacionamento e ele não aceitava”, relatou o delegado.

    Investigação

    De acordo com o delegado, a amiga que presenciou o crime viu Genilson e afirmou aos policiais que ele cometeu o crime e que já tinha ameaçado a vítima de morte anteriormente. Imediatamente, começaram as buscas pelo ex-marido de Jocileia.

    A Polícia Federal recebeu a informação de que Genilson estava em viagem para a Bahia. Assim, a corporação repassou a situação do suspeitos às polícias Militar e Civil, que tomaram as medidas necessários para prendê-lo em flagrante.

    Bicalho afirmou que Genilson alugou o carro usado no crime e, após matar a ex-mulher, o abandonou no Setor Veiga Jardim, também em Aparecida de Goiânia. Ele também deixou a arma usada para matar Jocileia, um revólver calibre 38, dentro do veículo.

    O perito Olegário Augusto afirmou que Jocileia levou quatro tiros. Os disparos atingiram as costas, a clavícula e o rosto da vítima.  

    Entenda

    O crime aconteceu às 13h55, a vítima seguia para o supermercado, onde começaria seu expediente às 14h, ela estava acompanhada de uma amiga quando autor dos disparos saiu de um Hyundai HB20 de cor preta, que estava estacionado embaixo de uma árvore, e se deslocou em direção às mulheres.

    Uma testemunha trabalha próximo ao local do crime relatou que autor dos disparos estava há cerca de uma hora dentro do veículo estacionado embaixo da árvore. “Esse carro preto todo dia passava nessa rua. Hoje ele estava esperando ela desde uma hora da tarde”, relatou.

    Fonte/ Jornal O Hoje

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.