• Publicado em

    Ex-mulher confessa à polícia que atirou contra cantor sertanejo em Jataí

    Segundo a Polícia Civil, ela disse em depoimento que encontrou o ex-marido por acaso e ficou com medo de uma reação negativa por causa de uma denúncia que ela tinha feito contra ele. Artista foi baleado no pescoço e está internado em estado grave.

    De acordo matéria do G1 GO, a mulher suspeita de ter atirado contra o cantor sertanejo Agnaldo Moraes se apresentou espontaneamente à Polícia Civil nesta quarta-feira (8), em Jataí, região sudoeste de Goiás. Lilian de Castro, de 40 anos, já foi casada com o artista e confessou, em depoimento, ter efetuado quatro disparos contra o ex-marido.

    O cantor Agnaldo Moraes, da antiga dupla Moraes e Mouracito, foi baleado no pescoço próximo à casa dos pais dele, na manhã de terça-feira (7). A vítima foi levada ao Hospital das Clínicas Dr. Serafim de Carvalho, onde está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva, de acordo com boletim médico desta quarta-feira. Ele está entubado e sedado.

    Segundo o delegado encarregado pelo caso, Agnaldo Coelho, a mulher foi liberada após o depoimento, pois não estava em situação de flagrância. Na delegacia, ela disse ter atirado quatro vezes, duas balas atingiram a vítima. A arma, segundo o delegado, pertence a um cliente do atual marido, que é advogado. Ela não soube dizer quem é o proprietário do revólver.

    Ao delegado, a mulher explicou ter encontrado a vítima por acaso e ficou com medo de o cantor reagir mal por causa de uma denúncia que ela havia feito contra ele na polícia. Trata-se de processo por abuso sexual, ainda em tramitação na Justiça.

    “Ela alegou ter encontrado com a vítima ocasionalmente na rua e, segundo ela, por conta de uma denúncia que ela fez contra ele na polícia, ficou com medo de que ele o fizesse algo de mal e acabou atirando contra o ex-companheiro”, esclarece o delegado.

    O sertanejo Silvestre Gomes da Silva, conhecido como Mouracito, torce pela recuperação do cantor Agnaldo Moraes, com quem fez dupla. “Teve a cirurgia dele, foi um sucesso, graças a Deus. Eu tenho certeza que ele vai sair dessa rapidinho.”, afirmou Mouracito.

    Vítima Aginaldo Moraes, 51 anos

    Relembre do caso assistindo a matéria abaixo;

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.