• Publicado em

    Filha de Gretchen faz relato sobre culto: ‘Peguei fogo, tirei a blusa’

    "A primeira pessoa com quem falei foi minha mãe", contou a ex-dançarina

    Jenny Miranda, ex-dançarina de funk e filha de Gretchen, hoje é evangélica e das mais fervorosas. A experiência que a levou a se converter ao cristianismo, segundo ela, foi bastante forte e envolveu até a sensação de estar queimando. A moça deu detalhes sobre o assunto ao UOL.

    “Enquanto o pastor estava louvando, comecei a ouvir um negócio pedindo para ajoelhar. Eu falava comigo mesma: ‘Não vou ajoelhar’. Meu joelho foi dobrando, comecei a queimar, suar, pegar fogo. Tirei a blusa e estava muito frio. Olhei desesperada para o Artur. Caí de joelhos e chorei o culto inteiro”, disse Jenny.

    “A primeira pessoa com quem falei foi minha mãe. Ela disse que mudar o rumo não era fácil e me apoiou como sempre”, declarou a a moça sobre Gretchen.

    Jenny já trabalhou com Mister Catra e tentou ser miss bumbum, mas hoje dedica sua vida à igreja que frequenta com o namorado, o jogador de futebol Artur Jesus.




    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.