• Publicado em

    Foragido há cinco anos, Padre é preso por duplo homicídio

    Após uma denúncia, a polícia foi até o local e encontrou o ex-padre com documentos falsos

    Na última sexta-feira (12), o ex-padre Adelino Gonçalves, de 59 anos, que estava foragido há quase cinco anos da Justiça paranaense foi preso em Jaru (RO).

    O delegado Evandro Kaovalhuk de Macedo, responsável pelo caso, revelou nesta segunda-feira (15). que Adelino, que também já foi prefeito de Mariluz (PR), foi localizado após uma ligação anônima para a Delegacia de Polícia Civil em Presidente Médici (RO).

    Segundo o site ‘G1’, o ex-padre foi acusado de ser o mandante das mortes do vice-prefeito, Aires Domingos, e do presidente do diretório municipal de seu partido político, Carlos Alberto de Carvalho. O crime aconteceu na quarta-feira de Cinzas, em 2001.

    Após a denúncia, a polícia foi até o local e encontrou o ex-padre com documentos falsos. Após prestar depoimento na delegacia, Adelino foi encaminhado ao presídio de Jaru e agora aguarda pela Justiça do Paraná, para que seja transferido até a comarca de Cruzeiro do Oeste, para que possa cumprir o restante da sentença. Ainda segundo Evandro, por ter cometido o crime de falsidade ideológica o ex-padre deverá ter a sentença aumentada, a pena mínima estipulada ao crime é de um a cinco anos.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.