• Publicado em

    Funcionária de loja é morta a tiros pelo ex-companheiro em shopping no Ceará

    Lidyanne Gomes foi morta pelo ex-companheiro

    Uma mulher foi morta a tiros pelo ex-companheiro, na manhã desta terça-feira, enquanto trabalhava em um shopping no município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza. Em seguida, o autor dos disparos, que era auxiliar administrativo terceirizado de uma delegacia, cometeu suicídio. As informações são do Porta Extra.

    Alighiery Oliveira e Lidyanne Gomes

    A vítima, identificada como Lidyanne Gomes, de 22 anos, foi surpreendida por volta das 10h por seu ex-companheiro Alighiery Oliveira, de 25 anos, que invadiu uma loja do North Shopping Maracanaú e a matou. A arma usada no crime teria sido retirada por ele da 24º Distrito Policial, localizado na cidade de Pacatuba, a apenas 12 quilômetros de distância.

    Leia também: Funcionários cortam energia elétrica de facção criminosa e são executados 

    O pai de Lidyanne manifestou seu luto por meio de uma rede social, frisando que jamais pensou que a filha morreria “tão nova e de uma forma tão cruel”.

    “Meu coração chega a doer”, escreveu Lucio Mauro Barbeiro. “Não pude me despedir de você, mas quero que saiba que nunca esquecemos de você. Você será eternamente nossa filha”.

    O North Shopping Maracanaú informou, em nota, que a área próxima à loja onde foram efetuados os disparos foi isolada para o trabalho da perícia. O comunicado afirma ainda que as autoridades foram acionadas “o mais rápido possível” e o shopping segue “prestando todo o suporte necessário para o esclarecimento dos fatos”.

    “O estabelecimento transmite sua solidariedade aos familiares dos envolvidos e reforça que seguirá prestando todo o suporte necessário aos entes das vítimas”, diz trecho da nota.

    Amigos de Lidyanne no Facebook também lamentaram a morte da jovem:

    “Ainda não caiu a ficha que você se foi! Uma menina tão linda, alegre e cheia de vida que ia brincar comigo e minha irmã na minha casa! Não acredito que você se foi, amiga, que Deus lhe receba de braços abertos!”, disse uma usuária da rede social.

    “Descanse em paz, Lidyanne Gomes, que Deus te receba de braços abertos, você não merecia”, afirmou outra pessoa.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.