• Publicado em

    Golpe dos nudes: GEPATRI de JATAÍ-GO alerta sobre aumento dos registros de crimes de extorsão

    O aumento é devido à imprudência das vítimas de encaminhar fotos íntimas por meio de aplicativos de mensagens.

    De acordo informações divulgadas pelo Delegado Regional da 14ª DRPC, a equipe do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Jataí-GO, alerta a população sobre os riscos da troca ou do encaminhamento de fotos íntimas por meio de aplicativos de mensagens, principalmente para pessoas desconhecidas cujo contato ocorreu por meio do Facebook ou do Instagram.

    Com a utilização de perfis falsos, os criminosos iniciam o contato quase sempre de cunho sexual, encaminhando fotos sensuais ou nuas de terceiros, encontradas facilmente em sites pornográficos, induzindo assim às vítimas a encaminharem fotos do mesmo teor.

    Após tais trocas de mensagens, os criminosos buscam informações familiares e profissionais das vítimas, que estão facilmente disponíveis ao público nas redes sociais, iniciando assim a extorsão, por meio de chantagens e ameaças de divulgação das conversas íntimas e das fotos enviadas pelas vítimas, exigindo valores em dinheiro em troca dessa não exposição.

    A Polícia Civil também alerta que os criminosos simulam que às trocas de mensagens teriam ocorrido com menores de idade. Para não serem denunciadas, às vítimas deveriam fazer um acordo com os pais dos supostos menores ou com advogados, cujo contato tem início logo de imediato, por meio de telefones utilizados por presidiários que citam artigos do Código Penal, termos jurídicos desconexos e com o uso quase sempre inadequado da língua portuguesa, na fala e na escrita.

    Para o Delegado Marlon Souza Luz, as pessoas devem conter tais impulsos e buscar de preferência um contato íntimo pessoalmente, evitando tais trocas de mensagens, até mesmo diante dos riscos de extravio ou acesso indevido aos arquivos dos celulares em locais de manutenção.

    Fonte: GEPATRI e GENARC de Jataí-GO 14a DRP).
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.