• Publicado em

    Grupo para ambulância para matar jovem que sobreviveu a ataque no ES

    A motivação do crime pode estar ligada ao tráfico de drogas

    Um rapaz foi assassinado dentro de uma ambulância em Pinheiros, interior do Espírito Santo, quando acompanhava um amigo que havia sido baleado, mas se fingiu de morto e acabou sobrevivendo ao segundo ataque.

    De acordo com a Polícia Civil, os dois jovens estavam sentados na calçada quando homens em uma moto se aproximaram e dispararam contra a dupla.

    Os disparos acertaram Valter de Jesus Ribeiro, de 22 anos. Já Patrick Silva dos Santos, de 21, que acompanhava o rapaz, saiu correndo para pedir ajuda.

    Uma ambulância municipal foi até o local. Durante o trajeto ao Hospital Municipal de Pinheiros, o veículo foi interceptado por criminosos armados, que haviam atirado na dupla minutos antes.

    Os homens obrigaram o motorista da ambulância a abrir a porta e executaram Santos, que acompanhava o amigo baleado. Ribeiro só se livrou de mais tiros porque se fingiu de morto.

    Os suspeitos fugiram. O sobrevivente foi encaminhado ao hospital. Segundo a polícia, a motivação do crime pode estar ligada ao tráfico de drogas. Ninguém foi detido.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.