• Publicado em

    Grupo popular cria vaquinha virtual para ajudar o Hospital das Clinicas de Jataí

    "Invista seu tempo na busca por soluções e não em encontrar culpados."

    Atento ao caos financeiro vivido pela área da saúde de Jataí, caos este que foi comprovado com o fechamento da Unidade de Pronto atendimento (UPA). Um grupo de iniciativa popular criou uma vaquinha virtual a fim de arrecadar recursos financeiros para ajudar o Hospital Das Clinicas de Jataí.

    Ciente da importância do Hospital Municipal  para a cidade e região, e mais que isso ciente de suas responsabilidades como cidadãos, o grupo não esta em busca de culpados, e sim em busca de soluções que possa ajudar a melhorar o atendimento aos mais necessitados que dependem do SUS para tratar de sua saúde. Mas também é bom salientar que não só os pobres dependem do Hospital Das Clinicas de Jataí, pois qualquer cidadão independente de sua classe social ao ser vítima de um acidente ou também de um mal subido que necessite das equipes de resgates publica, terá o HC como o primeiro ponto de atendimento.

    Leia também: Saiba como estudar inglês e espanhol a distância sem pagar nada

    E é por estes, e tantos outros motivos, que o grupo procurou a imprensa jataiense para conclamar a população  de Jataí e região para ajudar contribuindo com a quantia mínima de 25 Reais na vaquinha virtual destinada ao Hospital Das Clinicas de Jataí. O grupo faz questão de ressaltar que as ações do grupo estão sendo acompanhadas de perto pelo Ministério Publico de Goiás a fim de dar a devida transparência necessária ao projeto.

    Se você quiser ajudar as doações podem ser feitas por meio do site através deste endereço: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/sos-hospital-das-clinicas-de-jatai

    Saibas mais sobre o Projeto assistindo uma entrevista concedia por duas representantes do grupo ao Jornal Das 11. Assista.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.