• Publicado em

    Homem assassina ex-esposa enforcada e simula suicídio

    Adriano foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Jaru, mas diferente do que já havia confessado aos PMs, negou o crime em depoimento ao delegado.

    O crime passional que inicialmente estava sendo tratado como suicídio, aconteceu na tarde de quarta-feira (23), no município de Governador Jorge Teixeira, interior de Rondônia.

    A vítima, Keila dos Anjos, 36 anos, foi encontrada sem vida pendurada por uma corda no quarto de sua residência, localizada na Rua Sibipiruna, porém com a chegada da perícia que analisou as cenas do crime, foi identificado indícios que contrariavam a tese defendida inicialmente.

    Marcas de mãos com sangue na parede da sala e do quarto, hematomas na face da vítima e a forma em que a corda estava amarrada no pescoço da dona de casa, direcionaram a polícia a investigar o caso como homicídio.

    O ex-marido de Keila, Adriano de Souza Silva de 35 anos, passou a ser o maior suspeito do crime, tendo em vista a relação conturbada em que eles viviam. Adriano não aceitava a separação e procurava a vítima constantemente no intuito de reatar a relação, porém seus pedidos eram negados, o acusado já havia mandando mensagem para o atual namorado de Keila, pedindo para que ele se afastasse de sua ex-esposa para evitar problemas. Testemunhas relataram que Adriano também havia mencionado um plano para matar Keila.

    Diante o exposto, policias militares de Governador Jorge Teixeira procuraram Adriano, que diante os fatos evidenciados acabou confessando o crime, relatando também os procedimentos que adotou para forjar o suicídio por enforcamento.

    Adriano foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Jaru, mas diferente do que já havia confessado aos PMs, negou o crime em depoimento ao delegado.

    Ainda foi notado no corpo do acusado marcas de uma possível luta, pois ele possuía alguns arranhões, provocados muito provavelmente pela vítima.

    Após oitiva na delegacia, Adriano foi flagranteado pelo crime de homicídio e entregue na Casa de Detenção local.



    Fonte: Jaru on Line
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.