• Publicado em

    Homem comete suicídio após matar ex-companheira em MT

    Ele ainda tentou assassinar os dois filhos da vítima; suicídio foi cometido em Várzea Grande. E como se não bastasse ele já havia assassinado sua outra ex-esposa.
    Há cerca de um ano e sete meses, Dora, como era chamada pelos parentes e amigos, conheceu Marcelo Rodrigues Fim

    Há cerca de um ano e sete meses, Dora, como era chamada pelos parentes e amigos, conheceu Marcelo Rodrigues Fim

    Um homem cometeu suicídio nesta sexta-feira (25), após assassinar a ex-companheira, em Juscimeira (157 km ao Sul de Cuiabá) e tentar matar os dois filhos dela, deixando o mais velho, de 16 anos, ferido.

    O jovem está internado em um hospital em Rondonópolis e o mais novo, de apenas seis anos, está sob os cuidados do Conselho Tutelar.

    Segundo informações da Polícia Civil, o homicídio de Maria das Dores Ramos dos Santos, 39, ocorreu durante a madrugada. Ela foi assassinada com um tiro no rosto.

    Na sequência, o autor do crime, Marcelo Rodrigues Fim, 39, seguiu para o bairro Jardim Esmeralda, em Várzea Grande.

    Conforme a Polícia Civil, após o homicídio, já em fuga, Marcelo trocou tiro com policiais militares, até chegar a Várzea Grande, onde se escondeu na casa de uma ex-cunhada.

    Policiais da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), que já estavam em perseguição ao criminoso, descobriram o paradeiro dele, que, ao avistar a viatura, subiu na caixa d’água e ameaçava se matar.

    De acordo com a delegada Anaíde Barros, do lado de fora da casa, um policial militar e um agente da Gerência de Operações Especiais (GOE) negociavam a rendição do criminoso, que estava com dois mandados de prisão em aberto.

    Em determinado momento, o suspeito efetuou o primeiro disparo que acertou seu queixo, cujo projétil transfixou, permanecendo com vida. Cerca de meia hora depois, por volta das 11h30, Marcelo deu o tiro fatal na cabeça, vindo a óbito dentro da caixa d’água.

     

    Outros crimes

    Segundo a Polícia Civil, o homem já teria tentado matar Maria das Dores Ramos há cerca de três meses, em Jaciara.

    Segundo a Delegacia da Polícia Civil local, Marcelo levou a mulher para passear de carro e, quando começaram a discutir, ele passou a agredi-la fisicamente e ainda tentou enforcá-la com as mãos.

    Em seguida, ele trancou a mulher dentro do carro e, quando iria empurrou o veículo em uma ladeira, policiais militares apareceram e ele acabou fugindo pelo mato.

    Ainda de acordo com a polícia, o filho mais velho dela também foi baleado no rosto e no tórax. Ele havia tentado defender a mãe jogando pedras no ex-padrasto. O mais novo não foi ferido. Segundo o pai do adolescente, ele não corre risco de morteO homicida e suicida também responde pelo assassinato de outra mulher com quem tinha relacionamento, no Paraná.

    A vítima, Maria Ligia Siqueira, foi morta com um tiro na cabeça e teve ateado fogo no corpo, em dezembro de 2010.

    Marcelo Rodrigues chegou a ser preso em fevereiro de 2011, em Campo Grande (MS).

    O corpo da mulher foi encontrado carbonizado às margens da BR-116, na região metropolitana de Curitiba, e somente foi identificado depois da prisão do criminoso, na ocasião.

    Resgate do corpo

    Para retirada do corpo de dentro da caixa d’água foi solicitado ajuda do Corpo de Bombeiros Militar.

    A arma de fogo usada no suicídio foi apreendida e estava com um projétil fora da câmera e outro picotado.

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte/ MidiaNews
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.