• Publicado em

    Homem é assassinado a tiros em campo de futebol, em Goiás

    Segundo a Polícia Militar, a vítima estava assistindo a uma partida de futebol quando foi alvejado. Mais de cem pessoas estavam no local no momento em que o homem foi atingido pelos tiros.

    Um homem foi morto a tiros durante uma partida de futebol no Campo do Flamengo, no Bairro Frei Eustáquio, em Anápolis. O crime ocorreu na tarde deste domingo (11). Segundo a Polícia Militar (PM), aproximadamente 150 pessoas estariam presentes no momento do crime, mas não souberam dizer quem seria o autor dos disparos.

    Segundo informações da corporação, Douglas Augusto do Bomfim, de 21 anos, conhecido como “Doguinho”, estava assistindo a uma partida de futebol na beira do campo quando foi alvejado. A PM foi chamada e isolou o local. Equipe do Instituto Médico Legal (IML) também foi acionada para remover o corpo.

    Leia também: Durante brincadeira, criança é baleada com a espingarda do tio em Goiás

    De acordo com Vander Coelho, delegado titular do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis, Douglas possuía passagens pelos crimes de tráfico de drogas e receptação. “Ainda é muito cedo para dizer quem foi responsável pelos disparos e também para que nós estabeleçamos algum tipo de relação entre a morte  dele e de vítimas de outros homicídios ocorridos nos últimos dias, mas isso deverá ser levado em consideração durante as investigações”.

    Segundo Vander, um inquérito foi aberto para apurar as causas e o autor dos disparos efetuados contra o homem. “Os familiares tiveram certa resistência em comparecer, até mesmo pelo momento de luto que estão passando, mas já intimamos parentes e pessoas do convívio das vítimas”, relata.

    O Delegado conta que esta já é a terceira vez, em menos de 3 dias, que uma pessoa é morta a tiros em Anápolis. Segundo Vander, todas as vítimas tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

    Fonte/Mais goiás

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.