• Publicado em

    Homem filma sexo com amante, mostra aos amigos e morre brutalmente

    O crime aconteceu em Altamira, interior do Pará

    Um crime brutal. Edivaldo José Lopes Junior, de 39 anos, mais conhecido por Júnior, foi assassinado no centro de Altamira, no Pará. A morte do rapaz aconteceu após a divulgação de um vídeo íntimo com a amante. De acordo com a reportagem, a moça era casada e o vídeo teria provocado a ira no marido.

    A vítima não sabia, mas Geni era casada. O marido dela é o principal suspeito do crime

    De acordo com testemunhas, dois suspeitos em cima de uma moto dispararam contra Edivaldo.

    O rapaz era famoso na cidade por gravar vídeo fazendo sexo e mostrar aos amigos por meio do WhatsApp. A moça teria pedido ao rapaz que não mostrasse o conteúdo do vídeo a ninguém.

    Ao saber do vazamento, Geni fez um boletim de ocorrência por constrangimento e ele começou a receber ameaças de morte.

    Mas o marido da jovem teve acesso às imagens. A Polícia trabalha também com a hipótese do crime ter sido um acerto de contas em virtude de uma dívida que a vítima tinha com traficantes da região.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.