• Publicado em

    Homem mata o irmão a tiros em posto de combustíveis de Goiás; vídeo

    Delegado diz que crime foi cometido após uma briga familiar, em Pontalina. Ele efetuou 5 disparos e fugiu; vítima tentou matar suspeito há três anos.

    Segundo o site G1 GO um trabalhador rural de 40 anos foi morto a tiro em um posto de combustíveis de Pontalina, região sul de Goiás. Segundo a Polícia Civil, Gilson Martins Borges foi alvejado pelo próprio irmão, o gerente de fazenda Nilson Martins Borges, de 41. O crime teria sido motivado por uma briga de família envolvendo a vítima, a mãe, a irmã e um cunhado. Câmeras de segurança registraram o momento do crime (veja vídeo).

    Nas imagens, é possível ver cada um deles próximo a uma moto. Nilson, de camisa roxa, aparenta estar nervoso e passa a mão sobre a cabeça. em seguida, põe o capacete, sobe no veículo e o liga. Gilson, de camisa branca segue discutindo. O gerente então desce, saca a arma e dispara contra o irmão, que cai sobre a moto. Em seguida, Nilson foge.

    O homicídio aconteceu no último sábado (15) e desde então o autor está foragido. De acordo com o delegado Patrick Fernando Carniel, responsável pelo caso, esteve na casa da irmã pouco antes de ser assassinado e iniciou uma discussão.

    “Ele chegou alegando que havia sumido um valor de R$ 50 do bolso de sua jaqueta. Isso provocou uma confusão e ele acabou agredindo a irmã e o cunhado. Já a mãe dele ficou nervosa, passou mal e teve de ser levada ao hospital”, disse o delegado.

    O casal teve lesões leves. Nilson, que não estava no local, soube que a mãe fora internada e quando foi visitá-la, soube do ocorrido. Em seguida, saiu a procura do irmão para tirar satisfações. Carniel afirmou que a vítima foi atingida por cinco disparos, sendo dois no peito e três nas costas

    Rixa antiga
    Os dois irmãos já tinham uma rixa bastante antiga. Há cerca de três anos, foi Gilson quem tentou matar Nilson. O trabalhador rural acertou o familiar com um tiro de espingarda nas costas.

    “Na ocasião, eles discutiram por conta de uma namorada do Nilson. Eles não eram amigos, mas convivam normalmente por causa da mãe”, disse o delegado.

    Fonte: G1 Goiás

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.