• Publicado em

    Homem oferece ajuda a garota de 14 anos em troca do vídeo dela sendo estuprada pelo pai

    Bryan Rogers, 31 anos, insiste que não fez nada de errado em dizer à uma criança que a ajudaria a fugir do pai adotivo Randall Lee Pruitt, de 41 anos, e de sua casa no Tennessee, Estados Unido, desde que ela fornecesse o vídeo do abuso.

    A menina, que começou a conversar com Rogers enquanto jogava o jogo on-line Roblox, supostamente disse a ele que havia alertado a mãe sobre o abuso, mas não havia acreditado.

    Leia também: Mãe salva filho milagrosamente em acidente dramático; vídeo

    Ela então enviou-lhe uma fita de sete minutos, supostamente mostrando o ‘estupro’. Ele teria mandado uma mensagem dizendo: ‘Eu sei que você não quer fazer isso, mas eu não quero exatamente ver seu pai te estuprando também. “Mas entenda que eu posso ter um monte de problemas por abrigar você. A menos que você possa provar em vídeo o que ele fez.”

    Depois de receber a fita, Rogers foi de sua casa em Madison, Wisconsin, para o Tennessee, para buscar a garota no dia 14 de janeiro. Ela foi encontrada pela polícia em sua casa, três semanas depois de sair de casa, policiais do Delegacia do Condado de Monroe relatou que ela estava assustada, mas passando bem. Rogers negou ter explorado sexualmente da criança em uma audiência na ultima quinta-feira. O caso segue sendo investigado.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.