• Publicado em

    Hospital federal investiga relação sexual entre funcionários em plantão

    Troca de mensagens foi compartilhada na internet e imagens das câmeras de monitoramento da unidade de saúde serão analisadas

    Um processo administrativo foi aberto no Hospital Universitário Júlio Bandeiras, em Cajazeiras, na Paraíba, para investigar se dois funcionários teriam tido relações sexuais durante um plantão.

    A suspeita começou após o vazamento na internet de uma troca de mensagens entre os dois colaboradores terceirizados da instituição.

    Segundo o site Extra, a conversa entre o motorista de ambulância e a auxiliar de limpeza teve grande repercussão na cidade.

    Os dois, que não foram afastados das funções, alegaram que não fizeram sexo durante o plantão, e que alguém teria invadido os aparelhos deles para enviar as mensagens.

    A unidade de saúde afirmou que vai analisar as câmeras de monitoramento, que funcionam 24h por dia, e que podem enviar as imagens à Polícia Federal caso seja necessário.

    Confira as mensagens:

    Reprodução

    Reprodução

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.