• Publicado em

    Identificado corpo  encontrado pelos Bombeiros de Jataí perto de penhasco em fazenda na BR 158

    Idoso que saiu para cobrar uma divida de R$ 70 mil foi visto pela última vez no dia 12 deste mês. Ele foi achado oito dias depois em uma fazenda as margens da BR 158.

    Como noticiamos aqui no Plantão JTI,  o Corpo de Bombeiros de Jataí foi acionado na manhã desta quinta-feira, 20, por volta das 12h45, para atender a uma ocorrência de busca de cadáver em penhasco de aproximadamente 30 metros de altura na BR 158 a 5 KM de Caiapônia na Fazenda Três Morros .

    A vítima foi identificada, trata-se do aposentado Antônio Vanderlei de Faria, de 65 anos, que desapareceu em Goiânia após sair para cobrar uma dívida de R$ 70 mil.

    De acordo matéria do G1 GO, a Polícia Civil afirmou que só se manifestará sobre o caso após o término das investigações e disse ainda que informações só serão concedidas à imprensa no “momento oportuno”. O aposentado foi visto pela última vez na região do setor Nova Suíça, em Goiânia.

    Leia também: De acordo com pesquisa, bolsa-auxílio para estagiário apresenta queda

    Imagens de câmeras de segurança mostram quando o idoso sai do prédio, acena para uma pessoa e, em seguida, passa sentado no banco do passageiro de uma caminhonete.

    Imagem de câmera de segurança mostra aposentado desaparecido no banco do carona de caminhonete, em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

    A família registrou o boletim de ocorrências na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) na quinta (13).

    A filha do idoso, Larissa Santiago de Faria, de 33 anos, chegou a contar à polícia que o pai cobra a dívida há um tempo. Segundo ela, o homem que deve os R$ 70 mil a o aposentado propôs que ele o ajudasse com a venda de uma fazenda e ficasse com o dinheiro como parte do pagamento.

    Leia também: Bombeiros procuram por jovem morador de Jataí que desapareceu nas águas do Rio Verdinho 

    Segundo informações do boletim de ocorrências, preocupada com o sumiço do pai, a Larissa chegou a ligar para o homem que deve Antônio duas vezes.

    No primeiro telefonema, ele disse que não teria se encontrado com o aposentado. No segundo, mudou a versão e disse que o idoso teria entrado na caminhonete, recebido parte do dinheiro e ido embora. Segundo ela contou à polícia, outras ligações não foram mais atendidas. O caso segue sendo investigado.

    Assista ao Jornal Das 11;

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.