• Publicado em

    Inconformada com o fim do relacionamento mulher atira e mata PM em Goiás

    A polícia prende suspeita, poucas horas após o crime.

    De acordo matéria do Jornal Urgente, uma tragédia aconteceu na noite desta quarta-feira, 6, em São Gabriel de Goiás, próximo de Planaltina de Goiás, cidade do Entorno do Distrito Federal. O policial militar Luciano Silva Melo, sargento da PM-GO, teria sido assassinado pela namorada Maria Rosa Viana dos Santos (Rose Viana), que foi presa na madrugada.

    Ela é suspeita de atirar duas vezes no rosto da vítima. A Polícia Militar do Estado de Goiás começou buscas pelas cidades goianas próximas à Brasília, mas a encontrou em São Gabriel, quando se dirigia para Planaltina, na BR 020, onde a PM averigou um Polo com três adultos e duas crianças.

    O Vectra utilizado na primeira fuga foi deixado na casa do ex-marido de Rose, que dirigia o veículo no momento da abordagem.

    Leia também: Ex-cantor  é encontrado morto em SP

    Gabriel Gomes, ex-marido da suspeita, será investigado pelo crime de favorecimento pessoal, quando um parente tenta auxiliar na fuga de um criminoso.

    A motivação inicial – segundo pessoas que conheciam o casal – pode ser ciúmes por conta do policial, que acabou vítima da própria arma. A mulher alega que apanhava do policial.

    Na última postagem em sua rede social, do dia 3, Rose aparece ao lado da vítima e escreve: “Felicidade está em momentos!”. Mal circulou a informação do assassinato nos grupos de WhatsApp na noite de quarta-feira e populares foram até a rede social ameaçar a mulher.   “Vc estar enrolada quem mandou fazer isso. Nossa vc acabou de tirar uma vida assassina😤 Vc não sabe o problemão que vc acabou de entrar. Quando as pms te pegar vc estar lascada… Assassina”, disse uma internauta.

    Outros pediram calma e sensatez, pois poderia ter ocorrido uma situação de legítima defesa, em que a mulher acabou por se defender.

    “Nada Justifica mesmo. Mais ninguém sabe o que passa entre 4 paredes. Pois muitas mulheres vivem coisas horríveis e acabam sendo mortas. Então quando ela aparecer vamos saber. Se foi legítima defesa ou se foi por ruindade mesmo”, defendeu outra.

    Uma das filhas da vítima, Ana Clara Melo, disse que a autora do crime vai pagar pelo que fez.

    “Sei que nem todas as palavras que me disseram vai tira esse dor de mim, obrigada meu paizinho por tudo mesmo , hoje mais cedo se falamos brincamos como sempre nunca imaginei que nesse mesmo dia eu receberia a pior notícia de todas a notícia que uma vagabunda falsa ia te tira de mim 😭 sem nem uma Piedade do mau que ela iria causa , mais isso não vai fica assim meu paizinho Tudo que nessa terra se faz nessa terra se paga! Hoje só tenho a te agradecer por tudo meu pai , por cada Conselho e briga por cada risada , se soubesse que Deus ia te tira de mim tão cedo teria te aproveitado muito mais 😭🖤 meu coração está em pedaços a tristeza tomou conta fica bem aí em cima meu pai , cuida da gente, sei que vou ter que ser muito forte para aguenta a falta que você vai me fazer e logo logo a gente vai ser encontra te amarei pra sempre! 😭🖤”, escreveu em uma rede social.

    Muitos amigos e conhecidos lamentaram a tragédia, já que afirmaram conhecer Rose desde criança.

    Imagem divulgada da suspeita após prisão da PM

    A Polícia Civil informou nesta madrugada que toda e qualquer informação agora é precipitada.

    A polícia ainda não sabe o grau de envolvimento da vítima com a suspeita, se são namorados ou se viveram juntos.

    O policial era considerado de conduta exemplar na corporação, com mais de duas décadas de serviços prestados, chegando a ser homenageado várias vezes pelos companheiros de farda.

    O sargento Oliveira, de Planaltina, alertou as demais unidades policiais logo depois do crime: “Atenção, um amigo da gente aqui, sargento Silva Melo, foi alvejado e morto pela sua companheira por nome de Rose Viana, foi agora há pouco. Fica atento pessoal do DF, dizem que ela fugiu em um Vectra branco. E caso visualizar fazer a abordagem. Com cuidado, pois provavelmente ela tenha levado a arma dele”.

    A vítima deixa outros filhos. A suspeita tem prole.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.